Integrantes da Rede IEB




Instituições - 25 resultados:

O Laboratorio de Experimentacao Remota (RExLab) foi criado em 1997, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com a missao de gerar, sistematizar e socializar o conhecimento e o saber, atraves de ensino, a pesquisa e a extensao nas areas cientifico-tecnologicas de Sistemas de Computacao e Robos Inteligentes, Sistemas de Conhecimento e Acessibilidade e Tecnologia, contribuindo para a formacao de profissionais e cidadaos capazes de promover a transformacao e o desenvolvimento da sociedade, e enfatizando acoes remotas para a ampliacao do alcance dos servicos prestados. Um de seus objetivos e atender a necessidade de apropriacao social da ciencia e da tecnologia, popularizando conhecimentos cientificos e tecnologicos, estimulando os jovens a inserirem-se nas carreiras cientifico-tecnologicas e buscar iniciativas que integrem a educacao cientifica ao processo educacional promovendo a melhoria devido a atualizacao/modernizacao do ensino em todos os seus niveis, enfatizando acoes e atividades que valorizem e estimulem a criatividade, a experimentacao e a interdisciplinaridade. Quanto a visao de futuro, pretendemos que o RExLab torne-se uma referencia interna e externa, na Instituicao, com reconhecimento nacional e internacional pela excelencia de suas atividades no ambito cientifico. Tambem vislumbramos para o RExLab que a partir da contribuicao plena para o estreitamento dos lacos entre a tecnologia e o aspecto social como todo, promova o avanco do conhecimento de seus membros para outras e variadas areas de estudo, possibilitando entao que o laboratorio seja colocado como destaque institucional.

O Laboratório de Informática, Aprendizagem e Gestão (LIAG) tem como grande objetivo incentivar o crescimento do uso da informática no ensino, de forma a melhorar o processo de aprendizagem.

O Laboratorio de Tecnologias de Software e Computacao Aplicada a Educacao - LabSoft - foi fundado em 2012 e atende estudantes e professores dos cursos da area de computacao e informatica, mas tambem existem projetos interdisciplinares, envolvendo professores da area de Educacao Fisica, Quimica, dentre outros. Foi criado, inicialmente, para servir como um espaco de investigacao, experimentacao, reflexao e dialogo entre professores e estudantes interessados em desenvolver projetos envolvendo disciplinas de Tecnologias de Software e Computacao Aplicada a Educacao. Tambem existem contribuicoes do LabSoft para a disseminacao de praticas pedagogicas mediadas pelas Tecnologias da Informacao e Comunicacao (TICs). As linhas de pesquisas envolvidas sao: Educacao em Computacao Computacao Aplicada a Educacao e Educacao Especial Educacao a Distancia Desenvolvimento Web e Web Semantica Desenvolvimento de Jogos Educacionais para a plataforma Web Gamificacao e Processos de Aprendizagem Massive Open Online Courses (MOOCs)

O LabTEVE e um laboratorio de cunho multi e interdisciplinar, vinculado ao Departamento de Estatistica da Universidade Federal da Paraiba (UFPB), criado no ano 2000 com o intuito de desenvolver e integrar tecnologias voltadas ao Ensino Virtual e ao Ensino a Distancia. Neste contexto, esta incluida a pesquisa e uso de diversas metodologias com o objetivo prover e apoiar o aprendizado por meio de sistemas que disponibilizem informacoes acessiveis de qualquer parte e a qualquer momento, bem como treinar individuos para manipularem tais tecnologias. As metodologias e tecnologias podem ser utilizadas para outros fins, alem dos educacionais. Uma vez que as solucoes visam o apoio ao ensino nas diversas areas das ciencias, estes englobam aspectos de multi e interdisciplinaridade, abrangendo, alem da estatistica, tambem as ciencias da computacao, matematica, saude, engenharia e educacao, dentre outras areas. As principais linhas de pesquisa do laboratorio sao: Ensino a distancia Sistemas de realidade virtual Sistemas hapticos Jogos Serios (Serious Games) Avaliacao online O LabTEVE desenvolve projetos cientificos, tecnologicos e de inovacao e conta com parceiros publicos e privados. Os trabalhos de pesquisa estao inseridos nas Pos-graduacoes de Modelos de Decisao em Saude (mestrado e doutorado interdisciplinar), Computacao, Comunicacao e Artes (mestrado interdisciplinar) e Informatica (mestrado em Computacao) da Universidade Federal da Paraiba.

O LabTEVE e um laboratorio de cunho multi e interdisciplinar, vinculado ao Departamento de Estatistica da Universidade Federal da Paraiba (UFPB), criado no ano 2000 com o intuito de desenvolver e integrar tecnologias voltadas ao Ensino Virtual e ao Ensino a Distancia. Neste contexto, esta incluida a pesquisa e uso de diversas metodologias com o objetivo prover e apoiar o aprendizado por meio de sistemas que disponibilizem informacoes acessiveis de qualquer parte e a qualquer momento, bem como treinar individuos para manipularem tais tecnologias. Uma vez que as solucoes visam o apoio ao ensino nas diversas areas das ciencias, estes englobam aspectos de multi e interdisciplinaridade, abrangendo, alem da estatistica, tambem as ciencias da computacao, matematica, saude, engenharia e educacao, dentre outras areas. As principais linhas de pesquisa do laboratorio sao: Ensino a distancia Sistemas de realidade virtual Sistemas hapticos Jogos Serios (Serious Games) Avaliacao online Computacao grafica Ensino de estatistica Software livre Sistemas de baixo-custo

O Laboratório de Inovação Tecnológica na Educação (LITE) é um espaço que integra a pesquisa, o desenvolvimento de produtos e processos tecnológicos voltados à atividades educacionais. Inclui pesquisas de graduação, mestrado e doutorado, realizadas no escopo do Grupo de Informática na Educação da Univali. Promove também atividades de extensão destas pesquisas para a sociedade, em especial para o público escolar. O LITE busca incorporar o estilo de trabalho do movimento maker, oferecendo oportunidades para seus integrantes desenvolverem o seu potencial criativo aliado ao aprimoramento do conhecimento científico. Dentre as principais linhas de ação do Laboratório está a produção de tecnologia que estimule o desenvolvimento do Pensamento Computacional.

O Nucleo de Excelencia para Tecnologias Sociais (NEES) e um grupo de pesquisa do Instituto de Computacao da Universidade Federal de Alagoas. Ele se concentra em pesquisa e desenvolvimento de solucoes de TI, gerando conhecimento cientifico e promovendo a sua transferencia para a sociedade, empresas e comunidade cientifica. Sua visao e ser uma referencia internacional na geracao de conhecimento, capacitando as pessoas com visao social e apoiando novas spin-offs relacionados com empreendedorismo social e TI.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) é uma autarquia federal detentora de autonomia administrativa, patrimonial, financeira, didático-pedagógica e disciplinar. Equiparada às universidades federais, é uma instituição de educação superior, básica e profissional, pluricurricular e multicâmpus, especializada na oferta de educação profissional, tecnológica e gratuita em diferentes modalidades de ensino. O IFG tem por finalidade formar e qualificar profissionais para os diversos setores da economia, bem como realizar pesquisas e promover o desenvolvimento tecnológico de novos processos, produtos e serviços, em estreita articulação com os setores produtivos e com a sociedade, oferecendo mecanismos para a educação continuada. A Instituição oferece desde educação técnica integrada ao ensino médio à pós-graduação. Na educação superior, conta com os cursos de tecnologia, especialmente na área industrial, e os de bacharelado e licenciatura. Na educação profissional técnica de nível médio, o IFG atua, na forma integrada, atendendo também ao público de jovens e adultos, por meio do EJA. Atualmente são ofertados ainda cursos de mestrado profissional e especialização lato sensu, além dos cursos de extensão, de formação profissional de trabalhadores e da comunidade (Pronatec), de Formação Inicial e Continuada (FIC), que são cursos de menor duração, e os cursos de educação a distância. O IFG atende mais de 11 mil alunos nos seus 14 câmpus em funcionamento: Anápolis, Formosa, Goiânia, Inhumas, Itumbiara, Jataí, Luziânia, Uruaçu, Aparecida de Goiânia, Cidade de Goiás, Águas Lindas, Goiânia Oeste, Senador Canedo e Valparaíso.

Universidade piloto do MEC com projeto de cursos interdisciplinares baseados em Bacharelados Interdisciplinares e cursos pos-BI, seguindo orientacao do Tratado de Bolonha, buscando prover uma visao ampla do profissional do futuro.

Com o advento da cultura digital, leitores e escritores tem a oportunidade de experimentar nova relacao com o escrito, ao mesmo tempo em que “velhos” suportes de comunicacao permanecem juntos com os “novos”, possibilitando praticas sociais de leitura e de escrita diferenciadas, bem como a emergencia de gestos e comportamentos ineditos diante desses suportes. Alem disso, outros generos textuais surgem e precisam ser incorporados, renovando as relacoes que os sujeitos mantem com os objetos de leitura e de escrita. A contiguidade entre ler e escrever em contextos digitais parece inaugurar outros comportamentos do leitor/escritor, impactando os modos como os sujeitos dao significado e valorizam a cultura escrita. Esses fenomenos repercutem nas praticas de leitura e escrita de grupos e sujeitos em faixas etarias diversas, nos processos de aquisicao da escrita e em seus usos, em espacos institucionais, como a escola, e na vida social e cultural, em geral. . Nessa perspectiva o Nucleo de Estudos e Pesquisa sobre Cultura Escrita Digital/ NEPCED atua, buscando aprofundar os estudos e pesquisas acerca de tematicas que giram em torno da cultura escrita digital em suas diferentes facetas, a saber, historica, antropologica, sociologica, educacional, pedagogica, tecnologica.

Carregando...